sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Lesões musculares



Como o nome diz, lesões musculares se referem às lesões que ocorrem no músculo. A seguir, descreveremos as lesões de contusão, estiramento muscular, a dor muscular de início tardio e as câimbras.




Contusões
As contusões são as lesões que ocorrem devido a uma pancada, promovendo um esmagamento do músculo. De acordo com a perda da capacidade de realização de atividades e sintomas como dor, pode ser classificada entre contusão leve, moderada ou grave. Uma “paulistinha” (joelhada na região da coxa) é o exemplo clássico de uma contusão.

Importante: contusão não é um termo genérico que envolve diversos tipos de lesão. Contusão envolve somente as lesões “contundentes”, que ocorreram através de uma batida ou similar, conforme descrito acima. Certo? Muita gente confunde.


Estiramento Muscular
O estiramento muscular, por vezes conhecido como distensão, é a lesão que ocorre devido ao “esticar” excessivamente o músculo. A situação que mais predispõe a uma lesão por estiramento é a contração excêntrica da musculatura. Durante a contração excêntrica, os dois pontos onde o músculo se fixa estão se afastando, porém, o músculo está realizando uma força de contração, de tentar aproximar os dois pontos, mas não consegue. 

Veja o texto sobre Estiramento Muscular no site da Optima Fisioterapia.


Dor Muscular de Início Tardio
A dor muscular de início tardio é uma dor generalizada no músculo, que se inicia cerca de 24 a 48 horas após a realização de uma atividade de intensidade não costumeira. Ou seja, faz tempo que você não faz certo tipo de exercício ou atividade física, e você resolve fazê-lo e exagera um pouco. Um ou dois dias depois, começa a sentir a dor muscular.

Acredita-se que ela seja devido ao que é chamado de microlesões, que são lesões microscópicas que acontecem no músculo, das quais o corpo não apenas costuma se recuperar sem maiores problemas, mas também são um “pré-requisito” para que o corpo melhore sua capacidade de tolerar o exercício (quando o corpo se recupera das microlesões, ele se recupera trazendo mais força àquela região do que havia antes. É como se ele compensasse.). Acredita-se também que a dor muscular de início tardio seja favorecida pelo treino muscular excêntrico (ou seja, pelas contrações excêntricas).

Boa parte dos esportistas está familiarizada com a dor muscular de início tardio. É aquela dor na musculatura depois daquele jogo intenso, ou após o treino de musculação mais forte. As pessoas bem treinadas freqüentemente sentem a dor, mas passam a percebê-la como uma coisa positiva, como se tivessem se esforçado e feito seu melhor. Em pessoas pouco treinadas que exageraram, porém, pode ser bastante incômoda e atrapalhar até mesmo a caminhada ou outras atividades do dia-a-dia.


Câimbras
As câimbras são contrações involuntárias do músculo, ou de parte do músculo, e podem durar desde alguns segundos até minutos. São freqüentemente observadas em atletas que realizaram atividades exaustivas, especialmente se estavam em ambientes quentes, tais como jogadores de futebol ao fim de uma partida, ou corredores de provas de longa duração.

Embora a falta de hidratação e nutrição adequadas sejam fatores que podem predispor às câimbras, não são os únicos. Diminuição da circulação (que pode ser causada pelo uso de roupas esportivas apertadas ou posições que comprimam certas regiões do corpo) pode afetar a nutrição e hidratação da musculatura, favorecendo o surgimento de câimbras. Músculos fracos necessitam se contrair mais vigorosamente para a realização de uma determinada tarefa, e isso dificulta a circulação sanguínea na região, o que pode contribuir para o mecanismo circulatório de predisposição a uma câimbra. Além disso, como as câimbras geralmente se iniciam quando o músculo se encontra com suas fibras aproximadas, a pouca elasticidade da musculatura é outro fator que pode favorecer seu aparecimento.

Em geral, elas ocorrem nos músculos do pé, da panturrilha (batata da perna) e em grupos musculares grandes, como na região de trás da coxa.




Referências Bibliográficas:

MILES MP, CLARKSON PM – Exercise-induced muscle pain, soreness, and cramps – The journal of sports medicine and physical fitness – v.34 n.3, 1994.

LOPES et al – Diagnóstico e tratamento das lesões musculares parciais e totais – Rev Bras Ortop – v.30 n.10 1995.
HOSKINS W, POLLARD H – The management of hamstring injury – part 1: issues in diagnosis – Manual Therapy – v.10 2005.
GREVE JMD – Tratado de medicina de reabilitação – Ed. Roca, 2007.


imagem: esporte.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pessoal, não estamos mais respondendo a comentários. Nossa atenção toda está voltada ao nosso site profissional, o Optima Fisioterapia (www.optimafisioterapia.com.br). Agradecemos à compreensão de todos!

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...