sexta-feira, 27 de maio de 2011

Lesões na Corrida - Parte 5 - Síndrome do Stress Tibial, Fraturas de Stress e Síndrome da Banda Íliotibial

Síndrome do Stress Tibial 

A síndrome do stress tibial é uma “periostite” que ocorre na região inferior da nossa perna, no lado interno.

E o que é uma periostite? Periostite é uma reação inflamatória que ocorre no tecido que recobre o osso, chamado periósteo. Essa inflamação ocorre pois os músculos que se fixam no periósteo exercem uma tração sobre o mesmo. Quando essa tração se exerce muitas vezes ou não se tem um tempo adequado para recuperação, gera-se um processo inflamatório. Isso acontece de maneira semelhante à fasciíte, como explicamos anteriormente. Embora a região do corpo e os tecidos envolvidos sejam diferentes, o raciocínio é semelhante, ou seja, a cada passo há um momento onde haverá a tração no periósteo. Multiplique isso por milhares de passos e teremos uma idéia de quantas vezes haverá a tração no periósteo ao se percorrer uma distância grande durante a corrida.



quarta-feira, 25 de maio de 2011

Tendinopatia Patelar: Tratamento Conservador vs Tratamento Cirúrgico

(tendinite de quadríceps, joelho do saltador)




Esse texto é dirigido a profissionais da saúde, embora possa também ser do interesse de não profissionais. Sugerimos, porém, que não realizem qualquer das atividades aqui descritas sem a presença do profissional apropriado.

Esse artigo, publicado em 2006 pela revista Journal of bone and joint surgery, relata a pesquisa foi realizada por um grupo de pesquisadores noruegueses, na qual foi feita a comparação do treinamento excêntrico com o tratamento cirúrgico para a melhora dos sintomas da tendinopatia patelar. O protocolo de exercícios excêntricos, salvo pequenos detalhes, é praticamente o mesmo que relatado anteriormente (veja aqui).

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Tendinopatia (tendinite) Patelar – Comparação entre o treinamento concêntrico com o excêntrico no seu tratamento

(tendinite patelar, tendinite de quadríceps)
Esse texto é dirigido a profissionais da saúde, embora possa também ser do interesse de não profissionais. Sugerimos, porém, que não realizem qualquer das atividades aqui descritas sem a presença do profissional apropriado.




Continuamos falando sobre artigos com o tema de tendinopatia patelar e treinamento excêntrico. O artigo sobre o qual falamos hoje foi publicado após o anterior, e de certa maneira complementa e dá mais crédito ao que já havia sido encontrado.

Neste artigo, publicado em 2005 pela British Journal of Sports Medicine, o objetivo foi o de comparar os resultados do treinamento excêntrico feito numa superfície declinada (a 25º) com o treinamento concêntrico feito na mesma superfície em atletas sofrendo de tendinopatia patelar.


sexta-feira, 13 de maio de 2011

Tendinopatia (tendinite) patelar - um tratamento eficaz

Esse texto é dirigido a profissionais da saúde, embora possa também ser do interesse de não profissionais. Sugerimos, porém, que não realizem qualquer das atividades aqui descritas sem a presença do profissional apropriado.

Nos últimos anos uma série de artigos vêm revelando a utilidade do treinamento excêntrico no tratamento das tendinopatias. As tendinopatias de Aquiles tiveram uma atenção especial, assim como as de quadríceps (tendinopatia patelar). Um artigo publicado em 2004 comparou dois métodos de realização do treinamento excêntrico e o efeito de cada método nos sintomas de pessoas (atletas) com tendinopatia patelar.

Nesse estudo, o treinamento excêntrico foi realizado usando-se o agachamento unipodálico. O exercício é feito realizando-se a fase excêntrica (o dobrar do joelho) com apoio na perna com a lesão apenas, mas na fase de levantar (fase concêntrica) deve-se usar a outra perna. Como mencionado, o estudo comparou dois métodos de realizar esse treinamento. O primeiro método é feito com o apoio do pé no solo, enquanto no segundo método, o apoio é sobre uma superfície declinada (a 25º).

Veja o artigo completo em Optima Fisioterapia.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Lesões na Corrida - Parte 4 - Tendinites



As tendinites, embora antigamente fossem consideradas processos inflamatórios (daí o termo ite), atualmente são consideradas uma condição degenerativa do tendão. Isso porque, na análise microscópica, não são encontradas as características de uma inflamação, e sim uma desorganização das fibras. Sendo assim, as tendinites podem se iniciar como inflamações, mas quando não tratadas adequadamente se cronificam e se tornam dores crônicas devido à desorganização das fibras do tecido.




As mais comuns em corredores são a tendinite de Aquiles, que causa dores no tendão do tríceps (o músculo da batata da perna), que é esse tendão logo atrás do nosso calcanhar, e a tendinite patelar, que causa dores no tendão que liga o quadríceps (músculo da região da frente da coxa) à patela. Esses dois tendões, devido aos inúmeros passos que damos ao correr, se esticam e se encurtam muitas vezes.

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...